Câmara de Andradina aprova eliminador de ar para hidrômetros

A Câmara de Andradina aprovou projeto de lei do vereador Geraldo Shiomi Júnior que obriga a concessionária Águas de Andradina a instalar gratuitamente, sem custos para o consumidor, eliminadores de ar para hidrômetros de todos os imóveis da cidade.

A medida foi adotada após o gabinete do vereador receber diversas reclamações de consumidores que afirmavam estar pagando de 20% a 30% de “ar” registrado na conta de água.

De acordo com a justificativa da propositura, existem sete situações possíveis para existência de ar na rede de água: manutenção da rede, rodízios, ruptura da rede, manobras da companhia fornecedora, injeção de ar para pressurizar (efeito aríete), desligamento de bombas para economia e manutenção elétrica (normalmente de madrugada), separação física em horas de
baixo consumo.

Com a aprovação do projeto, a Águas de Andradina terá a responsabilidade de ser a única empresa a fazer a instalação da válvula eliminadora de ar, que deverá cumprir as normas do INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia Qualidade e Tecnologia) ou por órgãos com reconhecida competência.

O aparelho deverá ser instalado na tubulação que antecede o hidrômetro preservando a padronização atual do hidrômetro e mantendo a localização do aparelho eliminador de ar na tubulação que antecede o hidrômetro.

A lei aprovada pelo plenário estabelece ainda que os hidrômetros a serem instalados após a sanção da matéria deverão ter o eliminador de ar instalado conjuntamente e sem cobrança adicional para o consumidor.

A solicitação da instalação do equipamento deverá ser feita pelo consumidor mediante protocolo junto a concessionária que terá prazo de 30 dias úteis para a instalação.Geraldo Shidomi (foto Antonio Marcos Branco - Metropole




Support